Floripa, a Ilha da Magia faz 345 anos

Carinhosamente apelidada de Floripa, a capital de Santa Catarina é um destino turístico completo e completa 345 anos nesta sexta-feira (23). A cidade reúne atrativos históricos, culturais, religiosos, de natureza e aventura, além da gastronomia diversificada. A antiga cidade de Desterro, de colonização açoriana, hoje Florianópolis, em homenagem ao marechal Floriano Peixoto, 2º presidente da república, é visitada por brasileiros e estrangeiros de todo o mundo.

E haja encanto para atrair tanta gente. São praias paradisíacas, lagoas e dunas entre os bairros. Trilhas em meio à Mata Atlântica que levam à sítios arqueológicos e vilas açorianas de casario colonial, artesanato e culinária típica. A tranquilidade de algumas praias contrasta com a badalação e outras com bares e boates concorridos, além de restaurantes estrelados e lotados.

floripa4

O Centro Histórico ostenta a Figueira Gigante da Praça XV de Novembro. Na mesma praça fica a Catedral de Nossa Senhora do Desterro, padroeira de Florianópolis e o Museu Histórico de Santa Catarina Palácio Cruz e Sousa. Pertinho do antigo palácio do governo fica o Teatro Álvaro de Carvalho, o tradicional Mercado Municipal e a Casa da Alfândega. Já a ponte pênsil Hercílio Luz, que liga a ilha ao continente é o cartão postal da capital catarinense. O turista pode seguir o passeio histórico pelos bairros açorianos de Santo Antônio de Lisboa e Ribeirão da Ilha, bucólicos e famosos pela arquitetura colonial portuguesa e restaurantes típicos. O circuito histórico ainda conta com o Engenho Caminho dos Açores e as fortalezas portuguesas em volta da ilha. Já a cosmopolita avenida Beira-Mar Norte revela o lado moderno de Florianópolis.

floripa1

A beleza natural faz de Florianópolis um lugar mágico e encantador. São mais de 100 praias em volta a Ilha de Santa Catarina e na parte continental da cidade. A bela e agitada Lagoa da Conceição com suas margens repletas de bares, restaurantes e opções de passeios e esportes náuticos é um dos lugares preferidos pelos visitantes. Já a tranquila Lagoa do Peri é refúgio para os turistas que não curtem a badalação de Floripa.

Dunas e trilhas completam o roteiro que leva às praias. Voo livre, parapente, Sandboard, surf, Windsurf, Kitesurf, Vela e outros esportes náuticos então entre os esportes radicais que colorem o céu, o mar, as lagoas e as dunas de Floripa. No rio Ratones, norte da ilha, é possível fazer rafting e canoagem. Já a Lagoa do Peri oferece passeios de caiaque e botes infláveis. O cenário é um dos mais belos de Florianópolis, no sul da ilha.

Cicloturismo e mountain bike também integram o roteiro de Florianópolis. Os turistas aventureiros ainda encontram na ilha opções de trekking, escalada, rapel, cascading, tirolesa e arvorismo. A cavalgada é outra opção de passeio pela ilha, mas os aventureiros mais radicais dispõem de expedições off-road em quadriciclos, motos e veículos 4×4. Mergulho e observação de aves e animais marinhos são roteiros especiais de ecoturismo com caminhadas em parques ecológicos e áreas de preservação, além de passeios embarcados para pesca e mergulho nas demais ilhas em torno da cidade. A Ilha do Campeche é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e abriga inscrições rupestres datadas de mais de cinco mil anos.

floripa2

A pesca artesanal da tainha, realizada entre maio e junho, quando os cardumes chegam ao litoral catarinense é feita por pequenas embarcações e redes de arrastão. A chegada dos pescadores na praia atrai visitantes e curiosos que ajudam a puxar as redes cheias de peixes. Outra tradição de Florianópolis é a Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana, realizada em outubro, com mais de 100 pratos à base de frutos do mar, principalmente ostras e mexilhões.